03/09/2015 – COOPERJOVEM: Programa Cooperjovem Professores participam da terceira etapa do curso Educação para a Cooperação

3 de setembro de 2015

Professores que atuam com o Programa Cooperjovem nas escolas do oeste catarinense participaram na última semana, em Chapecó, da terceira etapa do curso “Educação para a cooperação: uma prática pedagógica cooperativa, reflexiva, consciente e criativa”. Promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo de Santa Catarina (Sescoop), a formação também foi realizada neste mês em Laguna (SC), Brusque (SC) e Torres (RS). A iniciativa é destinada aos professores das escolas que aderiram ao Cooperjovem nesse ano e também às unidades escolares já participantes e que necessitam capacitar mais educadores para o programa. Em Chapecó, foram duas turmas – uma com a participação de 23 professores e outra com 31. Em Torres, participaram 30 educadores, em Brusque 32 e em Laguna 23. As aulas foram conduzidas pela instrutora Denise Crespo Nunes e, contaram com acompanhamento do assistente de Promoção Social do Sescoop/SC, Nerivaldo Silva.Segundo Denise, trabalhar a construção coletiva viabiliza ideais cooperativos, incentiva a participação em decisões importantes para a escola e favorece aprendizagens significativas aos alunos. “Desta forma destacamos como objetivo deste módulo abordar temas dentro deste contexto, falando de cooperação, trabalho mútuo (escola x família), destacando os valores e princípios do cooperativismo, buscando respostas coletivas para enfrentar questões ou problemas que, sozinhos, não conseguimos resolver e que muitas vezes nos impedem de viver melhor. Durante o módulo, foram abordados temas como o Programa Cooperjovem e cultura da cooperação; aprendizagem cooperativa e plana de trabalho do PEC; procedimentos do PEC/plano de trabalho; execução, monitoramento e avaliação do PEC; sistematização do PEC e avaliação da formação. “É fundamental trabalhar as competências necessárias para um trabalho em grupo cooperativo, entendendo que a interação social é essencial para a aprendizagem, assim como o contexto social e, tudo que isso implica para a prática pedagógica”, destacou Denise.A estrutura desta formação básica é composta de 10 módulos presenciais com 40 horas/aula no primeiro ano e dois módulos presenciais de 12 horas/aula no segundo ano. Os módulos estão organizados em 4 horas/aula e são agrupados em até 16 horas contínuas. COOPERJOVEM O Programa Cooperjovem tem abrangência nacional, é implementado pelas Unidades Estaduais do Sescoop e cooperativas parceiras do programa. Em Santa Catarina, é coordenado pelo Sescoop/SC e implementado com a parceria de 26 cooperativas e apoio das Secretarias Municipais e Gerências Regionais de Educação de 52 municípios de todas as regiões do Estado. Em 2015, o programa beneficiará 78 escolas da rede de ensino público, envolvendo mais de 500 professores e 20 mil alunos da educação infantil e do ensino fundamental.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.