08/10/2015 – Setor leiteiro gera R$ 7,4 milhões para a economia catarinense ao ano

Santa Catarina é o quinto produtor nacional com 2,8 bilhões de litros/ano. O oeste catarinense responde por 73,8% da produção. Os 80 mil produtores de leite, dos quais 60 mil são comerciais, geram 7,4 milhões de litros ao dia. O panorama sulbrasileiro do mercado lácteo e seus desafios são tema de um seminário que acontece a partir de quinta-feira (8), em Chapecó.
“São quase R$ 8 milhões que saem dos tetos das vacas todos os dias para alimentar a economia barriga-verde”, afirma o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Faesc), José Zeferino Pedrozo, ao exemplificar a importância da cadeia produtiva do leite.
O superintendente do Ministério da Agricultura em Santa Catarina, Jacir Massi, destaca a importância de maior investimento por parte do setor lácteo e do governo, para que o segmento se torne competitivo ao mercado internacional. Segundo Massi, a média de produção da cadeia nacional é de quatro litros de leite por vaca ao dia, o que é considerado baixo.
Em SC a média é de sete litros, mas ainda esta abaixo do ideal que seria 14.No início deste ano a ministra da agricultura Kátia Abreu foi para Rússia e colocou o Brasil como potencial de exportação de leite. No entanto, de acordo com Massi, para atingirmos essa expectativa é preciso dar mais atenção à qualidade da matéria-prima.“É ai que entra a importância deste seminário, que nos chama para a necessidade de discutir e traçar perspectivas para melhoria do setor. Para que situações como as que enfrentamos esse ano, de leite adulterado, por exemplo, não se repitam”, enfatiza.

Leia a notícia na íntegra no site G1 – SC.
Fonte: G1 – SC

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.