25/01/2016 – AGE: Assembleia Extraordinária da Cooper A1 aprova incorporação da Copa

25 de janeiro de 2016

A Assembleia Geral Extraordinária (AGE) da Cooper A1, realizada na sexta-feira, dia 22/01/2016, aprovou, por unanimidade, a incorporação da Cooperativa Agropecuária de Planalto e Alpestre (Copal). Assim, o próximo ato será a realização, em breve, de nova Assembleia Extraordinária com participação conjunta de associados das duas cooperativas para a concretização dos atos da incorporação. A Cooper A1 possui, atualmente, 631 associados na então região de atuação da Copal, entre os municípios de Planalto e Alpestre, RS. A Assembleia, realizada no CTG de Planalto, RS, foi conduzida pelo 1º vice-presidente e gerente geral, Lauri Inácio Slomski. Para ele, com a aprovação final pelos associados das duas cooperativas, a Cooper A1 continuará a desenvolver o trabalho que iniciou ainda em 2003, através de um acordo operacional com a Copal. “Trabalhamos em conjunto com o intuito de auxiliar os produtores da região. Acreditamos que com esta incorporação haverá ainda mais desenvolvimento da região que é muito produtiva, tendo à disposição dos produtores os diversos benefícios do cooperativismo, a modernização de tecnologias, assistência técnica, visando o aumento da produtividade e renda dos associados”, salientou. A Assembleia Extraordinária, contou com a presença de aproximadamente 70 cooperados, diretores da Cooper A1, 2º vice-presidente, Santo Tumelero e secretário Egon Grings, além de gestores da Copal, entre eles o presidente, Antonio Filipeto, demais gestores das cooperativas, autoridades locais e colaboradores. Cooper A1 e Copal Ainda em 2003, lideranças de Planalto, RS, juntamente com o presidente da Copal, reivindicaram à Cooper A1 que abrisse uma filial no município de Planalto, seu município sede. Isto porque a Copal decidiu cessar suas atividades e os produtores necessitavam do suporte de uma cooperativa bem estruturada. Em comum acordo, a Cooper A1 alugou as instalações existentes daquela cooperativa, onde passou a fazer uso do secador e armazéns e a Copal passou a ser uma cooperativa inoperante. No momento em que as dívidas da Copal equivaleram-se ao seu patrimônio, os associados desta cooperativa aprovaram em Assembleia Extraordinária, realizada em 25 de junho 2013, para que Cooper A1 assumisse as dívidas e, por consequente, o patrimônio da Copal. Com autorização da transferência dos bens da Copal em troca da dívida, a Cooper A1 passou a fazer melhorias no secador e armazém bem como, planejar demais investimentos em benefício e melhor atendimento dos produtores rurais associados.
Assessoria de Comunicação Cooper A1

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.