27/10/2015 – FÁBRICAS DE RAÇÕES COOPER A1: Colaboradores recebem treinamento e são homenageados

27 de outubro de 2015

Adquirir conhecimento, motivar, reconhecer profissionais comprometidos, integrar e confraternizar. Com esses objetivos que cerca de 110 colaboradores das três fábricas de rações da Cooper A1 se reuniram, no último sábado, dia 24/10, em Palmitos. A atividade, promovida pela gerência comercial e das fábricas, foi realizada na Associação dos Funcionários da Cooper A1 e contou, ainda, com a presença de gestores e da diretoria executiva. Na programação, os colaboradores visitaram a fábrica de rações de Palmitos e conheceram um pouco mais sobre o processo industrial da linha Nutri A1 nesta que é a mais nova unidade industrial da cooperativa. Também acompanharam palestra sobre motivação para produção, segurança no trabalho e a palestra/show com o tema “Conflito de Gerações”, com a equipe Jaime Folle. Na ocasião, funcionários também foram premiados por projetos de destaque desenvolvidos nos últimos anos. À tarde, após o almoço, o grupo participou de atividades recreativas, como jogos esportivos. Segundo o gerente comercial de grãos e das fábricas de rações, Alcindo Pasqualotto, a iniciativa teve como foco promover a interação entre os funcionários de todos os setores das fábricas, repassar informações importantes além de valorizar todos os colaboradores que fazem o sucesso das fábricas.  Atividade econômica fundamental Na ocasião, a direção da cooperativa ressaltou a importância da atividade econômica de fábricas de rações para a Cooper A1 e para os associados, destacando a atuação dos colaboradores da área. “Nossas fábricas são motivo de orgulho, pois são referência no segmento e produzem com qualidade, atendendo com eficiência as necessidades do quadro social. Isto, com certeza, também se deve ao empenho do grupo de colaboradores ligados as nossas unidades industriais”, salientou o presidente Casarin. O 1º vice-presidente e gerente geral, Lauri Inácio Slomski, falou sobre a relevância econômica e social das fábricas. “Trata-se de um importante benefício para a melhoria do potencial produtivo na área de nutrição animal e vem ao encontro das necessidades do nosso quadro social”. Slomski ressaltou aos colaboradores presentes, sua contribuição para a sustentabilidade dos produtores rurais, lembrando que a produção Nutri A1 agrega no desenvolvimento das atividades dos cooperados com fornecimento de produtos com qualidade comprovada. Já o 2º vice-presidente e gerente de cereais, Santo Tumelero, lembrou que a atividade de grãos está diretamente ligada à das fábricas e que o processo de industrialização agrega valor à produção de grãos dos associados e é um dos motivos do desenvolvimento da Cooper A1. “Todas os negócios da cooperativa estão interligados, um sustenta o outro, e a atividade das fábricas é um elo que promove a sustentabilidade para nossa cooperativa e aos associados”, salientou, destacando a atuação dos colaboradores das fábricas neste processo.Também prestigiaram os gerentes das unidades de Palmitos, Gilnei Caumo e de Mondaí, Larri Brust. 
Fábricas de rações Cooper A1 O complexo industrial da Cooper A1 é composto por três fábricas de rações, em Mondaí, Itapiranga e Palmitos. No total, as três fábricas da cooperativa geram um movimento econômico de aproximadamente R$ 35,5 milhões mensais; 115 empregos diretos e cerca de 300 empregos indiretos. As unidades produzem rações e concentrados com a marca Nutri A1, voltados aos segmentos de aves, suínos, bovinos (leite e corte) e ovinos. As três fábricas produzem, juntas, a média mensal de 31 mil toneladas de produtos que são entregues à granel nas propriedades ou podem ser encontradas ensacadas nas lojas da cooperativa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.