31/07/2015 – JOVEMCOOP: Jovens da Cooper A1 recebem diploma em educação cooperativista

Vinte jovens, associados ou filhos de associados da Cooper A1, se formaram na quinta-feira, dia 30, no programa educativo Jovens Lideranças Cooperativistas (JovemCoop). O evento foi realizado em Cunha Porã, SC, junto com as turmas das cooperativas Cooperitaipú e Auriverde. A formatura contou com a presença dos presidentes das cooperativas e dos familiares dos formandos. O JovemCoop é desenvolvido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop/SC) em parceria com as cooperativas. Durante o encerramento, o presidente da Cooper A1, Elio Casarin, afirmou que o cooperativismo tem como missão central promover a educação das pessoas. Casarin afirmou que o JovemCoop é uma importante ferramenta de formação, que promove muito mais do que conhecimento técnico e gerencial, mas, sobretudo, social e cultural, formando jovens mais conscientes sobre seu papel na sociedade. “Estes jovens receberam educação cooperativista, que contribui com a formação de pessoas mais solidárias, justas e preparadas para enfrentar os desafios do presente e do futuro”. Casarin, destacou, ainda, a formação de lideranças nos empreendimentos cooperativismos, pensando na sustentabilidade das cooperativas. JovemCoop O JovemCoop, programa totalmente gratuito, iniciou na Cooper A1 em junho de 2014, e teve como foco o empreendedorismo e protagonismo juvenil. O conteúdo abordou a educação cooperativista, desenvolvimento pessoal e relacionamento com a família e comunidade, gestão das propriedades rurais e o negócio cooperativo. Além disso, os jovens passaram a conhecer o ambiente cooperativo na qual estão inseridos. O coordenador do setor de promoção social da A1, Lucinei Rodrigo Bohn, explica que a turma de 20 jovens da Cooper A1, que segue formada dentro dos princípios cooperativistas, permaneceu estudando por cerca de um ano, com encontros quinzenais. As aulas foram centralizadas na unidade de Iporã do Oeste. Ao todo, foram 12 módulos de curso, totalizando 196 horas de formação. “Foi um trabalho intensivo na busca por formar empresários rurais de sucesso e cidadãos cientes dos valores cooperativistas”, destaca Lucinei. Jovens A jovem Cristine Thomas, é sucessora na propriedade rural que a família possui em São João do Oeste. Para ela, participar do JovemCoop foi uma oportunidade de adquirir conhecimento técnico e para a vida: “A gente iniciou no programa de um jeito e sai de outro, muito mais bem preparados para acompanhar as constantes mudanças da atualidade de mundo. O JovemCoop nos proporcionou crescimento profissional e pessoal. Agradeço a cooperativa e a minha família, que se envolveu nesse processo e isso me deu muita força para ir em frente, em busca dos meus objetivos”. O formando Daniel Plein, de Iporã do Oeste, foi orador da turma. Ele, que está auxiliando no gerenciamento da propriedade rural da família, falou da satisfação em ter participado do programa: “O curso valeu muito a pena. Hoje tenho mais conhecimento profissional para aprimorar os negócios de nossa propriedade, ter mais renda, além de estar mais engajado no cooperativismo. Me sinto muito mais preparado para o futuro e certo que vou tocar a propriedade rural dos meus pais”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.