Suinocultura

Atividade que gera rentabilidade ao produtor e à Cooper A1

A suinocultura é considerada uma das principais atividades da Cooper A1 em termos socioeconômicos. Em parceria com a Cooperativa Central Aurora Alimentos os cooperados integrados entregam uma média de 6 mil toneladas de suínos mensalmente. Para manter esta estrutura a Cooper A1 possuí 115 UPLs – Unidade de Produção de Leitões –, nos municípios de Palmitos, Caibi, Riqueza, Mondaí, Iporã Do Oeste, Descanso, Tunapolis, São João Do Oeste, Itapiranga, Belmonte, Santa Helena. Além disso mantém mais 36 creches distribuídas pelas principais unidades. Existem, ainda, mais de dez produtores que fazem o sistema de ciclo completo, onde estão cerca de 411 matrizes.

Com as profundas alterações que a atividade de suinocultura passou no decorrer dos anos, a Cooper A1 se adaptou ao contexto visando, principalmente, a profissionalização e a redução dos custos de produção. Em 2012 a Cooper A1 iniciou um projeto de reestruturação do setor, com alterações no plano de trabalho, para garantir ainda mais profissionalização na atividade.

Neste sentindo, uma das iniciativas é o acompanhamento ainda mais intensivo da equipe técnica, que busca, junto com o associado, organizar a produtividade do rebanho, melhorar seu desempenho zootécnico e contribuir para o sucesso econômico da atividade.

Recebimento total de Suinos (em toneladas) data base 2016

49%
58.588 2012
50%
58.666 2013
55%
59.333 2014
80%
65.169 2015
90%
68.720 2015