Cooperativismo

Movimento internacional que busca constituir uma sociedade justa, livre e fraterna, em bases democráticas, através de empreendimentos que atendam às necessidades reais dos cooperados e garantam sua sustentação e qualidade de vida.

Origem

No século 18 aconteceu a Revolução Industrial na Inglaterra. A mão-de-obra perdeu grande poder de troca. Os baixos salários e a longa jornada de trabalho trouxeram muitas dificuldades socioeconômicas para a população. Diante desta crise surgiram, entre a classe operária, lideranças que criaram associações de caráter assistencial. Esta experiência não teve resultado positivo.

Com base em experiências anteriores buscaram novas formas e concluíram que, com a organização formal chamada cooperativa era possível superar as dificuldades. Isso desde que fossem respeitados os valores do ser humano e praticadas regras, normas e princípios próprios.

Então, 28 operários, em sua maioria tecelões, se reuniram para avaliar suas ideias. Respeitaram seus costumes, tradições e estabeleceram normas e metas para a organização de uma cooperativa. Após um ano de trabalho acumularam um capital de 28 libras e conseguiram abrir as portas de um pequeno armazém cooperativo, em 21 de dezembro dde 1844, no bairro de Rochdale-Manchester (Inglaterra).

Nascia a Sociedade dos Probos de Rochdale, conhecida como a primeira cooperativa moderna do mundo. Ela criou os princípios morais e a conduta que são considerados, até hoje, a base do cooperativismo autêntico. Em 1848, já eram 140 membros e, doze anos depois chegou a 3.450 sócios com um capital de 152 mil libras.

Sugestão: Para saber mais sobre a origem das instituições cooperativas, assista ao filme Os pioneiros de Rochdale

O Símbolo

Marca mundial do cooperativismo.
O emblema mostra a eternidade em limites do círculo e fecundos no seus princípios, perenes na multiplicação abraçando os dois pinheiros unidos e coesos, imortais dos seus ideais. A esperança verde e a energia amarela colorem o símbolo.

 

 

 

 

Princípios do Cooperativismo

DIREITOS

Votar e ser votado

Participar das operações da cooperativa

Receber retorno proporcional no fim do ano

Examinar livros e documentos

Convocar a assembleia caso seja necessário

Pedir esclarecimentos ao Conselho de Administração

Opinar e defender suas ideias

Propor ao C.A e C.F medidas de interesse da cooperativa

DEVERES

Operar com a cooperativa

Participar das assembleias da cooperativa

Entregar toda a sua produção à cooperativa

Votar as eleições e acatar a decisão da maioria

Cumprir seus compromissos com a cooperativa

Manter-se informado a respeito da cooperativa

Denunciar falhas

Acompanhar os eventos de educação da cooperativa