Mercado da soja apresenta um início de ano com cotações negativas

9 de janeiro de 2013

As primeirassemanas no mercado de soja vêm sendo marcado por um cenário de preçospressionados. Um dos principais motivos seriam as boas expectativas para asafra 2012/13 da América do Sul e também a espera pelos novos números de ofertae demanda divulgados pelo o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos(USDA).

O movimento de baixa registrado pelasoja nas últimas sessões é considerado normal para o período, conforme oconsultor de mercado Liones Severo. “Os americanos venderam muita sojaagora na abertura do ano novo porque eles seguram um pouco as vendas por contados problemas do imposto de renda, então, é normal essa venda forte”,explica.

Apesar dessas quedas pontuais, omomento para o mercado internacional de soja ainda é positivo, já que a demandamundial continua aquecida e a oferta, apesar da entrada da safranorte-americana e da sulamericana, que deverá acontecer nos próximos meses,ainda é ajustada, afirma o consultor.

 

“O mundo vai consumir 274 milhõesde toneladas e o consumo já está previsto em 258 milhões. A questão toda éadequar esse embarque, essa logística, à chegada da soja nos mercadosconsumidores a tempo. Esse parece ser o grande desafio desse ano”.

Exportações –

 

O USDA anunciou na sexta-feira (4) seusnúmeros de exportações semanais indicando um expressivo aumento do volume desoja exportado pelos EUA na semana encerrada no dia 27 de dezembro, confirmandoessa demanda ainda muito aquecida. As vendas externas totalizaram 434.9 miltoneladas de soja contra as 87 mil toneladas exportadas na semana anterior.Quem liderou as compras de soja norte-americana, mais uma vez, foi a China,adquirindo 360.2 mil toneladas.

 Fonte: AF News Análises

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.