Milho safrinha é opção para suplementar alimentação do rebanho na seca

O inverno ainda parece distante,mas o pecuarista já deve se preocupar com a suplementação da alimentação dorebanho na estação seca. Uma das opções que pode ser iniciada agora é o plantiodo milho safrinha.

De acordo com o pesquisador daEmbrapa Pecuária Sudeste José Ricardo Pezzopane, isso pode ser feito até meadosde março. Como o milho safrinha é colhido mais cedo, e a temperatura nessaépoca do ano começa a baixar em relação à primavera e ao verão, o produtor deveplantar cultivares diferentes das culturas normais de milho.

 Para Pezzopane, o milho safrinha é uma boaoportunidade para o primeiro semestre porque é mais uma safra disponível para opecuarista. O produto pode ser utilizado em grão ou como silagem na alimentaçãodos animais.

Silagem de qualidade superior

 O milho produz a melhor silagem para o gado,segundo o pesquisador da Embrapa Pecuária Sudeste André Pedroso. Isso porque ogrão tem qualidade superior, melhor digestibilidade e maior valor nutritivo.

Porém, Pedroso alerta para algunscuidados. Antes de tudo, o produtor deve saber que a qualidade da silagemdependerá da qualidade da lavoura de milho. Se a plantação é mal cuidada, ocusto da silagem aumenta, já que no processo de fermentação ocorrem mais perdas,e a produtividade é menor.

O ponto de corte é outro aspectoa ser observado. Para o milho safrinha, esse ponto é atingido geralmente em 90dias. “O grão deve estar metade leitoso e metade duro, isso é o ideal paraa silagem”, afirma Pedroso. Após o corte, o produtor deve encher o silo omais rápido possível, compactar bem e cobrir com lona adequada.

A silagem de milho também exigemaquinário adequado, no mínimo dois tratores. Se o produtor precisar diminuiros custos e riscos, pode ser mais vantajoso optar pela cana-de-açúcar in naturaou pela silagem de cana. Apesar de ter qualidade inferior, o custo é menor, e aprodutividade por área é maior.

De acordo com Pedroso, a cana innatura é o volumoso mais barato, representando cerca de  50% do custo da silagem de milho. Já asilagem de cana é 20% mais barata que a de milho. Enquanto a silagem de canatem produtividade média de 30 a 40 toneladas por hectare, a de milho é de 12 a15 toneladas.

As informações são da EmbrapaPecuária Sudeste, adaptadas pela Equipe AgriPoint.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.