NOVA FÁBRICA DE RAÇÕES COOPER A1: Dirigentes da cooperativa avaliaram evolução da obra

O presidente da Cooper A1, engenheiro agrônomo Elio Casarin e ogerente da atividade de Fábrica de Rações, Alcindo Pasqualotto, avaliaram nestasemana, o andamento das obras de construção da terceira fábrica de rações econcentrados da cooperativa, que está sendo edificada em Palmitos (SC),município sede da Cooper A1. Os trabalhos já estão na etapa de edificação da estruturametálica, confecção de muros e instalação dos primeiros equipamentos.

De acordo com o gerente da atividade Fábrica de Rações, AlcinoPasqualotto, o cronograma de execução dos trabalhos, que iniciaram em fevereirode 2012, está dentro do planejado. A previsão é que a unidade seja inauguradaem outubro de 2013, mês em que a Cooper A1 completará 80 anos de atividadesininterruptas.

Orçada em R$ 11 milhões a nova fábrica de rações da Cooper A1 estásendo construída próxima a rodovia SCT -283, acesso a cidade de Palmitos.Projetada para atender o fomento bovino, a unidade terá uma área construída deaproximadamente dois mil metros quadrados e capacidade de produzir até 15 miltoneladas de rações e concentrados por mês. O empreendimento terá equipamentosde alta tecnologia com possibilidade de exploração de outras linhas de produçãodas marcas Miner e Nutri A1.

Segundo o presidente da Cooper A1, Elio Casarin, a nova fábrica visasuprir a demanda de rações para bovinos na região, atendendo, principalmente, acrescente atividade de bovinocultura de leite, com produtos de qualidade epreço compatível. Casarin também destaca que a expansão da produção industrialda Cooper A1 será revertida diretamente aos associados já que, a maior parte damatéria prima é proveniente dos campos dos cooperados, agregando valor a suaprodução.

Fábricas de Rações Cooper A1

Atualmente, a Cooper A1 atua no segmento industrial com duas fábricasde rações: em Itapiranga e Mondaí. As unidades industriais da cooperativaproduzem uma média anual de 264 mil toneladas de rações, concentrados esuplementos nutricionais com as marcas Miner e Nutri A1, garantindo produtos dequalidade e equilibrados nutricionalmente, apropriadas e seguras, adequadas àsdiferentes fases da vida para suínos, bovinos e aves.

Com o novo empreendimento dePalmitos, a projeção é que as três fábricas gerem uma produção anual de444 mil toneladas de rações e concentrados, assegurando à Cooper A1, sobretudo,sustentabilidade ao econômico ao seu quadro social.

 

Fotos: Cooper A1

01/02: Dirigentes da Cooper A1 avaliaram a evolução da obra

03: Área onde está sendo edificada a nova fábrica de rações dacooperativa

04: Trabalhos estão na fase de edificação da estrutura metálica

_____________________________________________________

I

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.