‘PAPO DE NUTRI’: a busca por dietas milagrosas

‘PAPO DE NUTRI’: a busca por dietas milagrosas

Por Simone A. Guzzon

Nutricionista CRN: 104650

Leitores, hoje escrevo sobre um tema que me causa preocupação. O crescente número de pessoas que buscam dietas milagrosas na internet sem se preocupar com os prejuízos que podem causar à saúde.

Com objetivos muito semelhantes, as dietas da internet prometem resultados milagrosos em curto espaço de tempo, normalmente induzem a exclusão de grupos alimentares (como carboidratos) ou de alimentos específicos. Geralmente são altamente restritivas e algumas indicam ainda somente o consumo de preparações líquidas ou alimentos fontes de proteínas (carnes em geral).

Essas dietas podem até propiciar a perda de peso, porém, além do risco à saúde, ao voltar a rotina e ‘alimentação normal’ as pessoas voltam a ganhar peso, que pode ser as vezes maior que o perdido, gerando o efeito sanfona.

Toda mudança muito extrema no consumo alimentar gera adaptações na Taxa Metabólica Basal ou TMB. Essa taxa é variável e expressa a quantidade mínima de energia (calorias) necessárias para manter as funções vitais do organismo em repouso. Sempre que houver alteração brusca no consumo alimentar essa taxa também se altera, diminuindo o metabolismo.

O que essas dietas podem causar

– Aumento nas cetonas urinárias, o que pode levar ao aparecimento de gota;

– Elevação do Colesterol sanguíneo, levando ao risco de desenvolvimento de cálculo biliar e doenças cardiovasculares;

– Redução na concentração de hormônios tiroidianos ativos;

– Diminuição do débito cardíaco, frequência cardíaca e pressão arterial;

– Diminuição do potássio corporal total; Intolerância ao frio;

– Queda de cabelo;

– Fadiga;

– Dificuldade de concentração;

– Nervosismo;

– Constipação ou diarreia;

– Pele seca;

– Unhas fracas;

– Flacidez;

– Tontura.

Não existe fórmula mágica!

O falso magro também é uma característica comum dessas dietas, a pessoa emagrece, más a perda foi de massa muscular e água, e não de gordura, sendo que a musculatura e a pele ficam flácida

Não existe segredo ou fórmula mágica que acabe de vez com o sobrepeso ou a obesidade do contrário não haveria pessoas obesas.

Todos os grupos alimentares (carboidratos, proteínas e lipídios) são importantes e essenciais. Se o objetivo é emagrecer deve haver uma mudança no comportamento alimentar, com aquisição de hábitos, controle na quantidade ingerida, sendo que o gasto calórico deve ser maior que o consumo.

Incluir a atividade física na rotina diária é essencial, e não somente para a perda de peso.

E para isso a orientação nutricional deve ser realizada por um profissional adequado para lhe orientar, o nutricionista, ele vai avaliar cada indivíduo único em suas necessidades e particularidades.

Paciência também é fundamental, pois não se perde em um mês o que se acumulou em anos.

Você também pode, basta acreditar que é capaz, buscar orientação e estar comprometido com a mudança!