TRADICIONAL EVENTO TÉCNICO: Tarde de campo na Linha São Brás, Palmitos

8 de fevereiro de 2013

Cooper A1 ePioneer promovem tarde de campo com colheita de híbridos de milho em Palmitos

Associados da Cooper A1 de Palmitos aproveitaram o dia 5 de fevereiropara participar da tradicional tarde de campo da cultura do milho, napropriedade da família Restelli, da Linha São Brás. A atividade, promovida há maisde oito anos em parceria com a Pioneer Sementes, levou recomendações técnicas ebuscou atualizar os cooperados daquela importante região produtora de grãos domunicípio, sobre híbridos de milho comerciais e pré-comerciais da empresa.“Apresentamos algumas das melhores opções em sementes de milho disponíveis naCooper A1, possibilitando comparativos e avaliações sobre materiais com grandepotencial produtivo para a região,” explica o engenheiro agrônomo da unidade dePalmitos, Jaime Lehnen.

Na tarde de campo, os produtores acompanharam a colheita de seiscultivares e suas respectivas pesagens para determinação da produtividade decada material. Para o gerente da unidade da Cooper A1 de Palmitos, Gilnei Caumo,a tarde de campo é uma forma de mostrar aos associados o que existe de melhorno campo, de acordo com a realidade de cada lavoura. “A missão da equipetécnica da A1 é promover ações e atividades que efetivamente apresentem osmelhores caminhos para o associado, dando subsídios para ele se preparar paraas safras futuras, mostrando opções que gerem produtividade e, consequentemente,maior retorno financeiro.”

Além da avaliação das amostras, os representantes da Pioneer, repassaramorientações sobre boas práticas, manejos e as melhores opções e/ou alternativasno planejamento e condução da cultura do milho.  Segundo o representante comercial da Pioneer,Gilcimar Schoenherr, a empresa possui híbridos com alto potencial genético, masé fundamental a união de biotecnologia e soluções de manejo.

Palavra de quem planta

A tarde de campo foi promovida em área da propriedade de Alcemir Luiz Restelli,e de seus irmãos Jair e Jurandir Restelli.Alcemir comentou sobre a oportunidade deaprendizagem ofereceria pela Cooper A1 e Pioneer. “Com o acompanhamento eorientações técnicas, nos sentimos mais confiantes no momento da tomada dedecisões e, ao seguir o que nos é repassado, ano a ano percebemos a evolução nodesempenho de nossas lavouras.” Comemorando os bons resultados na safra2012/2013, o associado Antero Marcon, também aproveitou a tarde de campo paraconferir os híbridos apresentados. “Daqui já vamos tirar informações paraprogramar a próxima lavoura,” disse.

Quem também espera todos os anos para receber informações atualizadassobre a cultura de híbridos de milho durante a tarde de campo da Linha São Brásé o associado Paulinho Gianezini, da própria localidade. Importante produtor degrãos da região, Paulinho falou sobre a importância destes eventos técnicos,destacando que todo agricultor que tem a oportunidade, deveria participar. “Todosos anos levamos algo novo para casa, e percebemos o que realmente traz efeitospositivos.”

O produtor e engenheiro agrônomo Maurício Predebon, associado daCooper A1, comentou sobre a influência positiva da cooperativa para com oassociado, devido a assistência permanente e acompanhamento direto.“Atualmente, é muito difícil manter atividades no campo sem acompanhar aevolução tecnológica. Por isso, é tão importante fazermos parte do quadro deassociados da Cooper A1, que nos proporciona assistência profissionalizada e,por manter parceria com as melhores empresas do mundo no segmento, nos possibilitadesenvolver nossas lavouras com rentabilidade”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.