Quem somos Promover o desenvolvimento
sustentável do cooperado

A primeira cooperativa agropecuária formal de Santa Catarina, com sede em Palmitos, SC. Estamos embasados em um tripé administrativo formado por associados, diretoria e colaboradores. Nosso foco é organizar e fomentar a produção agropecuária dos cooperados, com predominância de um modelo de agricultura familiar de pequenas propriedades.

Desempenhamos nosso duplo propósito de empresa cooperativa e sociedade de pessoas, e nosso diferencial é gerar resultados econômicos e sociais, guiados pelos princípios e valores do cooperativismo.

História

Era primavera, outubro do ano de 1933. Uma pequena comunidade prosperava às margens do Rio Uruguai, no Oeste de Santa Catarina. Ali, cerca de oito anos atrás, famílias colonizadoras começaram a chegar para construir sua vida, a maioria descendentes de italianos e alemães vindos do Rio Grande do Sul. Eram agricultores que depositaram suas poucas economias para comprar pequenos lotes de terra na localidade, então chamada de Passarinhos, e a oportunidade de tirar da terra seu sustento e futuro.

Pé no chão, muita mata e pouca estrada, enxada, mosquito que picava, banho de balde, mãos calejadas. Dias de trabalho árduo na terra, noites de conversas e planos com a família e vizinhos em volta do fogão à lenha, na casa construída com as próprias mãos.

Fumo estava entre as principais atividades da colônia, produzido pelos pequenos produtores rurais da localidade.

Mas, naquele momento, nem tudo estava bom para aqueles desbravadores. Junto com a colonização, naquela localidade pouco explorada, haviam as dificuldades de transporte, comunicação, abastecimento de produtos básicos, como tecidos e especiarias. O governo estava distante, e os agricultores estavam cada um por si e, na maioria das vezes, eram explorados na venda em sua produção.

Este era o cenário daquele momento, em 1933. Foi quando no dia 1º de outubro a história começou a mudar. Naquele dia, 18 agricultores, liderados por um empreendedor chamado Otto Erich Winkler, investiram 540 réis e concretizaram a fundação de uma sociedade cooperativa. Cooperativa? Aquilo ainda era novidade para muitos. Mas este modelo de organização, trazido por Winkler da Alemanha era boa: unir os pequenos agricultores e, com isso, ganhar força na comercialização de seus produtos. Sair da situação dependentes para “senhores do próprio destino”.

Estes são fatos históricos resgatados por historiadores, documentos e familiares, sobre a criação da Sociedade Cooperativa Mista Palmitos, antecessora da Cooperativa A1. Trata-se da primeira cooperativa agropecuária formal de Santa Catarina, criada onde é hoje o município de Palmitos, SC. A partir de então, de forma organizada, os agricultores ganharam força e escala na venda de seus produtos. A esperança se renovou, a agropecuária prosperou.

fusões

A perpetuação da Sociedade Cooperativa Mista de Palmitos seu deu através da união entre cooperativas agropecuárias do Oeste Catarinense.

A trajetória é marcada por fusões e incorporações que possibilitaram aumento de escala, redução de custos e a criação de uma respeitada identidade cooperativa regional.

Linha de tempo

  • 1976 - Em 1976 a Sociedade Cooperativa Mista de Palmitos e a Cooperativa Agropecuária de Mondaí efetuaram a fusão que originou a Cooperativa Regional Arco Íris Ltda., que atuou em Palmitos, Caibi, Mondaí, Riqueza e Iporã do Oeste por 24 anos.
  • 2000 - Em 2000 a Cooperarco concretizou fusão com a Cooperativa Santa Lucia (Cooperlucia), de Descanso, aumentando sua área de atuação para Descanso, Belmonte e Santa Helena. Neste momento a cooperativa trocou seu nome para Cooperativa A1 (A: do segmento agropecuária; 1: mais antiga de Santa Catarina).
  • 2003 - Em 2003, ocorreu a incorporação da Cooperativa Agropecuária Itapiranga (Cooperita), passando a atuar em Itapiranga, São João do Oeste e Tunápolis.
  • 2004 - Avançou fronteiras e iniciou sua atuação no Noroeste do Rio Grande do Sul.

Galeria de fotos

Programas Sociais

Gerar desenvolvimento com sustentabilidades embasados
nos princípios do cooperativismo.

nossos valores

nossos números

Ícone - Cooperados

9678

Título - Cooperados
Ícone - Colaboradores

1552

Título - Colaboradores
Ícone - Faturamento

R$ 2,6 bilhões

Título - Faturamento
Fábrica de rações

3 Fábricas de Rações

Recebimento de grãos

12 Unidades de Recebimento de Grãos

Supermercados

23 Supermercados

Lojas agropecuárias

24 Lojas Agropecuárias

Postos de combutíveis

5 Postos de Combustíveis

Granjas UPL's

2 Granjas UPL’s

Centros de distribução

2 Centro de Distribuição

Unidade de Resfriamento de Leite

1 Unidade de Resfriamento de Leite

Data base: Dez 2021

Mapa de Atuação

Clique na imagem para visualizar nosso mapa de atuação.

Diretoria

Diretores Executivos

  • Elio Casarin, presidente
  • Lauri Inácio Slomski, 1º vice-presidente
  • Santo Tumelero, 2º vice-presidente
  • Paulo Costacurta, 1º secretário
  • Clovanir Ehlers, 2º secretário
Direção da Cooper A1

Conselho de administração

Conselheiros de administração

  • Darcy Angelo Bortolotti;
  • Vilson Spessatto;
  • Avelino Menusi;
  • Eugenio Poltronieri;
  • Jacinta Mayer Lengert;
  • Maikon Henrique Weis;
  • Osvaldo Marcos Marquardt;
  • Roberto Rossa.

CONSELHO FISCAL 2023/2024 - MANDATO UM ANO

EFETIVO:

  • Fernando Erico Stefanello Facco
  • Gilmar Canello
  • Aldair Jose Dal Ri

SUPLENTE:

  • João Kosvoski
  • Luiz Sotilli
  • Cleiton Rodigheri
Conselho de administração

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta

Faça o download clicando aqui.

Estatuto Social

Política do Canal de Denúncias

Política do Canal de Denúncias

Faça o download clicando aqui.

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade

Faça o download clicando aqui.

Política de Privacidade

Política de Privacidade

Faça o download clicando aqui.
Aurora Coop Fecoagro Ocesc Somoscoop

Cooper A1 - Todos os Direitos Reservados

Empresa Solidária:

Empresa Solidária